Voltar para a lista

A depressão não é uma escolha.


A depressão não é uma escolha. Ela sufoca o peito, causa isolamento, tristeza profunda. Só quem teve a doença sabe como ela funciona.

Rir da depressão de uma pessoa é um dos atos mais cruéis que alguém pode praticar. Rir dessa doença, como se não passasse de uma noite mal dormida ou, sei lá, de uma pieguice é demonstrar ignorância absoluta sobre um assunto tão sério. 

Segundo pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão será até 2020, o maior motivo de afastamento do trabalho no mundo. 

O Brasil segundo a (OMS) é o pais com maior índice de pessoas com ansiedade no mundo todo. 

Da vida ninguém entende nada, meu amigo. É tudo uma caixinha de surpresas, onde, muitas vezes, o stress e a culpa ocupam um espaço maior do que a alegria de viver. E aí é só ladeira abaixo. A depressão sufoca o peito, causa ansiedade, isolamento, tristeza profunda. Só quem teve a doença sabe como ela funciona. 

E digo mais: só quem já saiu dela é que pode dizer a força que tem. Não há nada mais doloroso do que a dor que começa do lado de dentro, bem dentro. 

Não há!Aí, a pessoa acha-se no direito de entrar no perfil de uma pessoa e destilar ódio e amargura, de diagnosticar as suas tristezas com tons de deboche, de sátiras, causando uma dor maior ainda do que aquela que já é exageradamente grande. 

Vamos trabalhar a empatia, dizer palavras bonitas, dar força, mostrar exemplos de superação. 

Vamos oferecer a mão para o afago ao invés de dar um soco. Vamos ajudar a cicatrizar ao invés de cortar ainda mais a ferida. Todos têm alguém que já passou pela dor da depressão, um amigo, uma mãe, um primo. Tem muita gente a passar por isso nesse momento e a ler esse texto. 

Para vocês, amigos e amigas, digo só uma coisa (e por experiência muito própria): a borboleta passa pelo pão que o diabo amassou, enquanto ainda é uma lagarta. Vais sair desse casulo escuro e frio e perceber um mundo de possibilidades aqui fora. 

Respeito a tua dor. Respeito a tua depressão. E, mesmo nunca tendo te visto na minha vida, ofereço o meu abraço e as minhas duas mãos para que levantes e recomeces tudo de novo.

Eu vejo que você pode sair dessa.


#ClínicoPsicanalistaAlessanderCapalbo